terça-feira, 17 de outubro de 2017

Um pouco mais da nossa intimidade...





video


Dessa vez teve foto e teve vídeo. Ela disse que estou ficando cada vez mais ousado.
Gozem conosco, mas registrem e mandem pra ela ver. Ela adora ver pau gozando pra ela!

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Ela faz o meu desejo crescer


...quando revela durante a transa que outros maiores (talvez melhores) já despejaram porra quente lá no fundo dessa bucetinha deliciosa que ela tem. Parece que minha ereção fica até maior, e sem demora eu perco o controle num orgasmo intenso dentro dela.

sábado, 23 de setembro de 2017

Quem é que não gosta de saber?


Se quero saber? É claro que quero!

A ereção é instantânea só de imaginar e adoro quando ela me conta as sacanagens que já fez. Eu gosto dos detalhes, pena que ela não me dê tantos assim. Os detalhes me excitam, fazem o orgasmo ser mais forte. Eles antecipam o orgasmo, me fazem perder o controle e gozar de imediato.

E eu sei que com vocês também é assim que funciona!

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Delícias do membro monstruoso


Ele é imenso. Gigantesco, pesado. Praticamente do tamanho do meu antebraço. Não, não estou exagerando. A foto com a fita métrica ao lado logo acima não me deixa mentir.

Tem 15,5 cm de circunferência, enquanto eu ereto tenho 13,5. Não considero o meu pau fino, muito pelo contrário. Mas vocês não fazem ideia da diferença absurda de 2 cm na espessura de uma piroca.

Eu o comprei de presente pra ela, mas esse não foi o nosso primeiro brinquedo. Não foi o primeiro "amante" imaginário que divide a cama conosco, come a minha esposa e a faz gozar antes que eu a coma. Mas esse gigante é bem maior que todos e impõe respeito só de olhar.

Ontem enquanto eu a chupava puxei para perto de nós a nossa maletinha de brinquedos, tirei essa piroca enorme pra fora e, sem parar de chupar a buceta deliciosa dela, dedilhava a bolsa procurando uma camisinha que coubesse nesse pau bizarro de tão enorme. Os olhinhos da minha mulher brilhavam e ela ficou ainda mais molhada na minha boca. Sorria à toa, se contorcia na minha língua. Sorria e me olhava. Sorria e quase gargalhava.

Enquanto eu vestia com dificuldade a camisinha naquela piroca gigante ela ainda encontrou forças pra me perguntar: é esse que você quer? Você gosta desse, né? E enquanto eu a chupava e começava a penetrá-la com esse membro monstruoso ao mesmo tempo, ela ia ficando mais e mais molhada, e gemia forte e rebolava enquanto eu assistia cheio de tesão aquele pau enorme sumindo com dificuldade dentro da bucetinha pequena do meu amor, ali a uns 2 cms da minha boca, já que eu metia nela mas não parava de chupar sua buceta.

Fui perguntando sensações, fazendo aquelas perguntas que a gente gosta de fazer e quase morre de tesão só de ouvir as respostas. Perguntei se era bom, se era gostoso e se... ela já tinha sentido algo assim desse tamanho alguma vez dentro dela. Segurei pra não gozar quando ouvi a resposta: é bom! É bom demais... é muito gostoso... preeenche tudo! É muito grosso! Dói mas é gostoso... dá vontade de gozar logo quando entra!
Quase louco de tanto tesão eu segui provocando: Tá doendo? Quer que pare? Já deu pra alguém com o pau assim?
E ela:
- Não... não para! Põe tudo! Põe que eu vou gozar!
- Sim! Já dei pra um parecido... foi muito gostoso!
- Tipo esse?
- Sim... muito grosso! Preenchia tudo, eu gozei muito!
- Grandão?
- Grandão!
- Gosta de me ver dando pra uma piroca gigante, é?
- Gosto... gosto muito! Quer tudo dentro?
- Quero... põe tudo que eu vou gozar!
- Fala pra mim... me fala e goza nesse pau enorme...
- É melhor do que o meu? É diferente?

E aumentando o ritmo da penetração com aquele pau monstruoso na bucetinha dela, ela quase gritou pra mim:
- É melhor sim! É MUITO melhor!
- É MUITO diferente!

Enquanto falava para si mesma, entre gemidos, sussurrando:
ai... puta que pariu... que pau é esse...
No rosto uma expressão de prazer indescritível misturada com um algo de dor, mas uma dor gostosa.
Meu pau quase escorrendo só de ouvir e perguntei mais uma vez:
- É diferente, é? É melhor?

- Muuito! Muito melhor! Muito diferente!
Ai, eu vou gozar...
- Preenche tudo! Bate lá no fundo...

- Melhor que o meu?
- Muito melhor!

Coloquei tudo e aquele mastro enorme sumiu todo dentro dela. Ela se contorceu, como se uma corrente de eletricidade a percorresse o corpo todo enquanto ainda elogiava aquela piroca imensa:
- Ai, gozei... preenche tudo. É muito grosso, muito gostoso... gozei muito gostoso, nossa...

Meu tesão estava à mil e me controlei demais para não gozar só de ouvir aquilo tudo e parti pra cima dela. Meti com força, meti com raiva, meti com muita vontade. Sabe quando o pau fica tão duro que até parece maior de tanto tesão? Pois é. Parecia que meu pau estava até maior de tanto tesão, mas ela nem sentia. Disse a ela: que diferença, hein? Muito diferente? E ela me confessou: Muito! Muito diferente mesmo! Voltei naquele ponto que tinha me deixado louco só de imaginar, e eu queria detalhes: Já tinha dado pra um assim, é? E ela me respondeu: Já... com duas estocadas já dava vontade de gozar. Batia lá no fundo. Quase gozei nessa hora mas ainda consegui controlar mais um pouco. Ainda tive forças para mais algumas outras poucas perguntas: Nem parece que tem um pau aqui dentro agora, é? E ela confirmou: Não... nem parece... é muito diferente! Muito diferente daquele que saiu daqui de dentro agora? Eu perguntei... Muito! Muito diferente! Agora nem dá pra sentir direito! Mete! Mete tudo, mete com força pra compensar... tem que meter muito pra igualar. Mete até as bolas pra ver se eu sinto e... eu não consegui mais controlar e gozei feito um louco dentro dela! Gozei um dos melhores orgasmos da minha vida enquanto ela de ladinho rebolava no meu pau e acariciava e punhetava aquele membro monstruoso que a havia comido e feito gozar feito uma louca antes de mim. Caí desfalecido ao lado dela enquanto ela me beijava, me agradecia e reforçamos juras de amor eterno.

 O tesão foi tanto que não houve registro, não houve foto. Mas esse relato era merecido e necessário, para deixar registrado essa nossa deliciosa foda à três. Eu sempre lia que comer a mulher depois dela ter acabado de gozar com outro bem maior era uma delícia, que ela ficava diferente, e sempre tive essa curiosidade. Eu meio que experimentei isso ontem. O que posso dizer é que foi um sensação indescritível. Ouvi-la confessar coisas que provavelmente não diria fora de um momento de excitação extrema foi uma experiência deliciosa e, enquanto eu digitava isso daqui e relembrava detalhes do ocorrido, confesso que tive uma ereção e fui me tocando, e gozei relembrando as coisas que ela me falou, o tom de voz, tudo que aconteceu. Quem sabe da próxima vez a gente faça umas fotos e talvez até um vídeo para postar aqui? Fiquem na torcida!

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Fantasia...


Por aqui a gente fantasia, e como fantasia!
E de tanto fantasiar, chega que goza... só de imaginar, quem sabe um dia realiza?

E você, também fantasia?
Por aqui fantasiamos!